top of page

É possível medir a tensão de um sensor de ABS magnetoresistivo? Existe algum algoritmo de análise?

Atualizado: 7 de set. de 2023

Há comentários na reparação automotiva que o sinal de tensão de um sensor magnetoresitivo usado para registrar velocidades de roda de sistemas ABS é difícil ou até impossível de capturar com osciloscópio. Mostraremos que hoje que não há segredos para capturar este sinal com um osciloscópio de 12-16bits de resolução vertical.

Uma das características mais investigadas na hora de comprar um novo osciloscópio é a largura de banda: osciloscópios de 20 MHz, 50 MHz, 70MHz e assim vai... há um fascínio em sempre querer um equipamento com a maior largura de banda possível. Porém é um equívoco analisar este parâmetro de forma isolada, negligenciando outras características muito importantes como resolução vertical e memória.

A resolução vertical está muito atrelada à qualidade de imagem. Um osciloscópio com 12 bits de resolução faz toda a diferença na análise com transdutores de pressão pois possibilitam "enxergar" detalhes na onda de pressão do cilindro.

A memória é muito útil na busca de panes intermitentes. Estes carros modernos estão tão complexos, com tantos sensores e fios que a probabilidade de panes intermitentes é enorme. Ter um equipamento que já atenda esta demanda é essencial.

Usamos nosso equipamento ucraniano USB AUTOSCOPE 4 para testar um sensor magnetoresistivo de um Jeep Compass. Uma característica interessante deste equipamento é a ausência de acoplamento AC.

- “Como assim? Mas todo osciloscópio precisa ter acoplamento DC e AC!” (Dizem os leitores mais questionadores).


Senhores, pode soar estranho, mas não precisamos de acoplamento AC em nosso oscilógrafo. O poder de “zoom” na imagem é tão grande, que há uma barra de rolagem lateral que possibilita verificar pequenas variações de tensão com o máximo de detalhes. Claro que tudo isto é possível porque o equipamento pode chegar a 16 bits de resolução vertical, coisa que até agora nenhum osciloscópio automotivo conseguiu.

Vejamos a imagem abaixo:


Na imagem acima, ligamos dois canais. O canal que está instrumentado no sensor ABS é o canal 1 (branco). Note que a tensão máxima deste canal chega a 11,21 Volts no cursor A. A variação delta, ou seja a diferença entre a tensão no cursor A e B (voce leitor, consegue identificar os cursores verticais na imagem?) é de 146,6 mVolts.


Agora nós selecionamos outra parte do gráfico e aplicamos nosso "zoom" (ou lupa, se preferir) no sinal do sensor ABS. Vemos o sinal digital enviado ao módulo ABS com mais detalhes. A variação delta (lembra da tia da escola? Nas aulas de física?) que nada mais mostra a diferença de tensão entre o ponto A e B que é de 133,7 mVolts. Um valor muito próximo da leitura delta anterior e totalmente aceitável.

Bem, já te mostrei que é possível capturar o sinal do sensor. A pergunta que faço aos senhores é a seguinte:

- Paramos por aqui? Só isto? Um equipamento analisador de motor pode me oferecer algum recurso especial? A resposta é sim.

Usaremos agora um script ucraniano chamado de SIGNALDAFP. Esse script é indicado para análises avançadas com sinais digitais, sejam eles pulsos PWM ou não. No caso do sinal do ABS do Jeep Compass, iremos transformar o sinal digital lido com o oscilosópio em um gráfico de sinal linear. Desta forma, poderemos usar o osciloscópio para mostrar o gráfico de velocidade de forma semelhante que vemos no scanner automotivo.



A imagem acima mostra a variação de frequência do sinal, dados extraídos da captura do sinal do ABS, totalmente sem scanner. Na imagem, é possível verificar o desempenho do sensor ABS: quanto maior a frequência, maior a velocidade e maior amplitude no gráfico.

Os céticos podem questionar:

- "Do que adianta isso? É só olhar as velocidades das rodas na tela do scanner, no modo gráfico!"

Calma, meu amigo Tomé. Vou te passar o bizu agora: o scritp não é apenas para deixar o sinal "mais bonito na tela". O algoritmo é capaz de analisar panes intermitentes, por mais que elas sejam pequenas, na ordem de milissegundos. Voce pode gravar 2 horas de testes de sensores de roda do ABS. Procurar a falha intermitente, de forma manual, em tanto tempo de gravação, pode ser exaustivo, muito cansativo. O script SIGNALDAFP do USBAUTOSCOPE 4 me ajuda a achar a falha em poucos segundos, onde quer que ela esteja.

A afirmação que "não importa a máquina, e sim o piloto" é verdadeira. Mas pilotar um analisador de motor ucraniano te possibilita voos mais altos.


212 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

3 Comments


Marcio Figueiredo
Marcio Figueiredo
Nov 02, 2023

Muito top dá galáxia

Like

dauly.montenegro
dauly.montenegro
Apr 23, 2023

Boa noite, Diogo!

Você pode explicar como a falha no caso citado?

Like

Gestor do fórum
Gestor do fórum
Apr 03, 2023

Quem quiser baixar o arquivo do teste, só acessar o link abaixo:


https://drive.google.com/file/d/1cuV-UnfO_BItXH3s7ahNOf4X0qbsBQP3/view?usp=share_link

Like
bottom of page